Notícias

Voltar
28/05/2013

Perspectivas mundiais para a carne suína brasileira são apresentadas em Chapecó


Perspectivas mundiais para a carne suína brasileira são apresentadas em Chapecó

VI SBSS apresenta "Perspectivas mundiais para a carne suína brasileira: Mitos e Fatos" em palestra inédita que abordará a expectativa e perspectivas mundiais com a abertura de novos mercados como o Japão, que passa a comprar carne produzida em Santa Catarina. 

O otimismo é porque o Japão é o maior importador mundial do produto, comprando cerca de um 1,2 milhão de toneladas por ano.  Hoje  Santa Catarina é o único estado brasileiro que pode vender carne suína ao país japonês, pois é o único livre de febre aftosa sem vacinação. Para Santa Catarina, isso representa aumentar a receita e acabar com a dependência do mercado russo.
  A sexta edição do Simpósio Brasil Sul de Suinocultura, que será realizado de 13 a 15 de agosto no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, em Chapecó entra definitivamente para o calendário dos mais importantes eventos técnicos de suinocultura com a missão de debater tendências e prevenir gargalos, antecipando temas  e tecnologias relacionadas a produção de suínos. Realizado no coração da produção, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes, em Chapecó o SBSS se tornou o evento de escolha dos principais nutricionistas, sanitaristas, gerentes de fomento e demais profissionais das cooperativas e agroindústrias da Região Sul e Sudeste.

O presidente da Comissão Científica, o Médico Veterinário Rodrigo Toledo destaca que  “Na programação geral do evento teremos uma palestra com o Rui Vargas falando sobre as perspectivas para a carne suína Brasileitra e a sequencia dos assuntos serão todos temas relacionados aos principais desafios da suinocultura brasileira”.
Toledo alerta para necessidade de debater temas e pontos fundamentais para atender os novos mercado “ Agora que existem possibilidades mais concretas de acessarmos mercados mais exigentes como Japão e novas restrições vindas de mercados importantes como Rússia e Ucrânia, temos que estar preparados.  Por isso o Simpósio abordará temas como qualidade da carne suína, controle de resíduos veterinários e outros contaminates na carne. No aspecto sanitário vamos tratar de temas como doenças respiratórias, controle de pragas, bem estar animal e mão de obra nas granjas” . O encontro técnico é organizado pelo Núcleo Oeste de Médicos Veterinários e Zootecnistas.
Fique atento aos temas e alie o nome da sua empresa investindo em cotas de patrocínio e pacotes de inscrições para seus clientes e equipe. Temos salas para eventos corporativos, visibilidade institucional, patrocínios de coffee-break, palestra de abertura e cotas tradicionais. Uma excelente vitrine para a sua marca e produtos com ótimo custo-benefício.
Entre os temas deste ano, destaque para "Disenteria Suína: Situação brasileira", "Disenteria suína controle e erradicação", "Perspectivas mundiais para a carne suína brasileira: Mitos e Fatos", " Qualidade da carne suína e fatores que a influenciam", "Pontos críticos em fábricas de ração para controle de resíduos e contaminantes", "Análises de resíduos veterinários e contaminantes em carnes" e "Atualizando o Manejo Nutricional de Matrizes Suínas Hiperprolíficas". No tema sanidade destaque para "Mycoplasma hyopneumoniae: elemento chave no controle das enfermidades respiratórias".

Outras notícias:


N�cleo Oeste de M�dicos Veterin�rios e Zootecnistas (Nucleovet)

(49) 99806-9548

secretaria@nucleovet.com.br

Estrada Municipal Barra Rio dos Índios
SN, km 359, Rural, Caixa Postal: 343
CEP 89.815-899 | Chapecó | SC


Desenvolvido por BRSIS