NOTÍCIAS

Simpósio Brasil Sul de Avicultura completa 20 anos e reúne a elite da avicultura em Chapecó

25/01/2019

Simpósio Brasil Sul de Avicultura completa 20 anos e reúne a elite da avicultura em Chapecó

 Palco de importantes avanços, tecnologias e descobertas o Simpósio Brasil Sul de Avicultura completa duas décadas de encontros técnicos com uma edição histórica, que reunirá pesquisadores, especialistas, Médicos Veterinários, Zootecnistas e equipes técnicas das principais regiões produtoras de toda a América Latina, em Chapecó, na primeira semana de abril. O evento realizado anualmente pelo NUCLEOVET terá tradução simultânea para o espanhol e espera receber mais de 2 mil participantes para simpósio e feira de negócios. Reconhecido como um dos mais importantes fóruns de difusão de tecnologias para avicultura, o evento chega a vigésima edição com uma programação rica em debates com palestrantes nacionais e internacionais que trarão a visão global de uma avicultura moderna, liderada pelo Brasil, quando o assunto é mercado mundial. As exportações brasileiras de carne de frango alcançaram 4,1 milhões de toneladas em 2018, de acordo com a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), se mantendo na liderança das exportações mundiais.

O Médico Veterinário Rodrigo Santana Toledo, presidente do Nucleovet comenta a trajetória do evento que cresce em público e apoiadores a cada ano: “Há 20 anos o NUCLEOVET criou ao Simpósio Brasil Sul de Avicultura projetando, na época, uma avicultura de ponta, que abrisse mercados, que gerasse empregos e que atendesse a demanda por produção de proteína animal de qualidade.Estávamos prestes a dar um salto de produção e exportação e muitos dos assuntos sanitários, nutricionais e de mercado passaram pelos nossos Simpósios”.
 
O evento criado pela entidade no final dos anos 90, um período marcado pela abertura da economia latino-americana que proporcionou condições favoráveis ao setor agroindustrial, continua a debater os principais temas do setor, como mercado e questões sanitárias. Os organizadores lembram que nos anos 2000 as agroindústrias processadoras redefiniram suas estratégias empresariais, assim como a reestruturação e reorganização da base agroindustrial da cadeia produtiva do frango. Neste embalo os simpósios acompanharam mudanças de mercado, anteciparam gargalos e auxiliaram o setor a driblar as crises com tecnologia e conhecimento.
 
“Os principais e mais relevantes assuntos sanitários, nutricionais e de mercado passaram pelos nossos Simpósios. Nesses vinte anos participamos e assistimos o desenvolvimento da cadeia avícola e seu eficiente desempenho nas últimas décadas que podemos atribuir a fatores como o empreendedorismo e a pesquisa. No entanto, ao longo do tempo observamos que esta cadeia, que é muito competitiva e possui uma margem estreita de lucro, é completamente vulnerável a condições sanitárias. Por isso, a cada ano, discutimos aqui temas como colibacilose, salmonelose, micoplasmose e doenças virais como Gumboro, Newcastle, Bronquite e influenza entre tantas outras” reflete Toledo.
 
Programação 2019
 
Na Programação Científica deste ano o presidente da Comissão Científica, o Médico Veterinário e consultor João Batista Lancini  destaca: “Teremos um Painel de Abertura  sobre Mercado, onde serão apresentados temas como:O mercado mundial de carnes e as perspectivas brasileiras; Mercado de carnes: a visão do consumidor; Gerenciamento de uma integração AGP Free e Critérios de inspeção e condenação: visão americana, europeia e brasileira, uma discussão que deve atrair a atenção do setor”. 
 
O evento vai debater ainda O Frango de Corte do Futuro, um painel com especialistas que abordarão o assunto sob diferentes aspectos da produção. Serão discutidos ainda fatores que afetam a qualidade dos pintinhos e o desempenho no abate, fisiopatologia e seus custos sobre a resposta do sistema digestório, custos de energia da dieta nas infecções por coccidiose ou vacinação. Ainda em sanidade serão apresentadas as últimas novidades em doenças metabólicas e miopatias e avanços em vacinas para Salmonella. 
Destaque para a palestra “Avaliando as melhores práticas para redução de Campylobacter e Salmonella em plantas de processamento de aves”, revelou Lancini.
 
Toledo finaliza “O objetivo do NUCLEOVET com o Simpósio Brasil Sul de Avicultura & Poultry Fair é promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável da avicultura brasileira e fomentar o empreendedorismo fortalecendo a economia. E assim o fazemos até hoje, cercados de um grupo de voluntários que a cada ano se reúne para pensar e organizar estes encontros técnicos”.
 
Durante o SBSA 2019 será realizada a Poultry Fair, feira de negócios que já está 90% comercializada e 5 eventos paralelos realizados por empresas apoiadoras do evento.
 
 
Saiba mais em www.nucleovet.com.br
 
 


Veja mais notícias
Estrada Municipal Barra Rio dos Índios
SN, km 359, Rural, Caixa Postal 343
CEP 89.815-899 • Chapecó • SC
Desenvolvido por BRSIS